Arquivo da categoria ‘Ação’

dd8bf9a3da942e952a6b3aef350542cc_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original: Full Metal Jacket

Gênero: Ação, Drama, Guerra, Suspense

Sinopse: Um sargento (R. Lee Ermey) treina de forma fanática e sádica os recrutas em uma base de treinamentos, na intenção de transformá-los em máquinas de guerra para combater na Guerra do Vietnã. Após serem transformados em fuzileiros navais, eles são enviados para a guerra quando lá chegam se deparam com seus horrores.

Para comemorar os 25 anos do lançamento de Nascidos Para Matar, tomei vergonha na cara e fui assistir esse longa pela primeira vez, sem saber sobre o que se tratava.

nascido-para-matar

Logo no começo já somos introduzidos há um sargento que eu achei muito engraçado, bem estilo Capitão Nascimento, que fica gritando impondo seu poder. Também conhecemos o Soldado Hilário ( apelido dado pela coragem de fazer uma piada com o sargento) e ao soldado Pyle que é um gordinho todo atrapalhado.

Um pouco menos da metade do filme se passa na preparação dos soldados para a guerra do Vietnã, mostra como é a organização, e de uma forma que achei muito divertida, estava achando até então que era um filme de comédia.

afull2

Depois de enviarem o soldado Hilário para a guerra do Vietnã como correspondente, dai a cara do filme muda totalmente. O clima fica realmente de guerra, mostra coisas engraçadas também, como as mulheres vendendo o corpo por um preço muito baixo e o roubo de objetos.

full-metal-jacket1

A hora que eles estão em combate, você vê a falta de experiência e tensão de alguns soldados e a tentativa de estratégia do comandante, como é difícil tomar decisões nesses momentos tão difíceis, o caos que é estar lá no meio, e isso com o soldado Hilário tirando fotos e anotando tudo.

O que deixou o longa bem mais emocionante foi a trilha sonora, com músicas como Surfin’ Bird do The Trashmen e termina com Paint it Black do Rolling Stones.

nascido para matar5

Com um final bem simples, o filme demonstra uma guerra de um jeito que eu nunca tinha visto em outro longa. De uma forma que eu me empolguei, dei risada, fiquei tenso. Foi uma experiência única. Uma obra-prima de Stanley Kubrick.

Nota: 10

Trailer:

c83d0a14cf48df812459ea8a60089fcc_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original: The Avengers

Gênero:Ação, Aventura, Ficção, Ficção Científica

Direção:Joss Whedon

Sinopse: Loki (Tom Hiddleston) retorna à Terra enviado pelos chitauri, uma raça alienígena que pretende dominar os humanos. Com a promessa de que será o soberano do planeta, ele rouba o cubo mágico dentro de instalações da S.H.I.E.L.D. e, com isso, adquire grandes poderes. Loki os usa para controlar o dr. Erik Selvig (Stellan Skarsgard) e Clint Barton/Gavião Arqueiro (Jeremy Renner), que passam a trabalhar para ele. No intuito de contê-los, Nick Fury (Samuel L. Jackson) convoca um grupo de pessoas com grandes habilidades, mas que jamais haviam trabalhado juntas: Tony Stark/Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Steve Rogers/Capitão América (Chris Evans), Thor (Chris Hemsworth), Bruce Banner/Hulk (Mark Ruffalo) e Natasha Romanoff/Viúva Negra (Scarlett Johansson). Só que, apesar do grande perigo que a Terra corre, não é tão simples assim conter o ego e os interesses de cada um deles para que possam agir em grupo.

Finalmente foi lançado um dos filmes mais esperados desde o primeiro Homem de Ferro, Os Vingadores era considerado um sonho a alguns anos atrás, unir tantos heróis, tantos atores famosos era algo que parecia impossível.

imagem-de-os-vingadores-com-os-atores-jeremy-renner-chris-evans-e-scarlett-johansson-interpretando-gaviao-arqueiro-capitao-america-e-viuva-negra-1330112392909_560x400

Sempre que vou assistir a um filme, o que eu procuro é ter algo sentimento em relação ao filme, seja tristeza, empolgação, alegria. Se o filme me trouxe algum desses sentimentos, eu já considero um filme bom, só que Os Vingadores levou esse sentimento ao limite, nunca fiquei tão empolgado e feliz numa sala de cinema, nunca acabei de ver um filme com uma sensação de felicidade como eu sai na sessão desse filme, foi algo inexplicável.

Os-Vingadores-imagem-3-610x406

Dos personagens, como eu já tinha visto todos os filmes solos de cada um, você já conhecia a atuação de cada um em relação aos personagens, e essa atuação só melhorou. Robert Downey Jr. estava brilhante como Tony Stark, ele é a parte divertida do filme. Chris Hemsworth fez um Thor meio emotivo, pois que estava brigando com seu irmão, o que fez muitos não gostarem de sua atuação, mas na minha opinião ele foi um ótimo personagem. Chris Evans foi um verdadeiro capitão de toda a galera, me fez gostar do personagem do Capitão America.

Os-Vingadores-imagem-1-610x406

Mark Ruffalo era o diferencial, não foi ele que atuou como Hulk no filme solo, mas foi o melhor interpretação do personagem no cinema, alias o Hulk na hora que está com raiva se transforma em um dos personagens mais incríveis que já foi feito no cinema. Jeremy Renner consegue crescer com seu personagem um pouco menor, Gavião Arqueiro vira um grande personagem no meio de gigantes, e Scarlett Johansson faz o mesmo com sua personagem Viúva Negra, que no filme ela fica só como Natasha Romanoff. Tom Hiddleston fez o vilão Loki, que está muito mais importante que no filme do Thor, é ele a causa de todos acontecimentos do filme, de unir Os Vingadores, das brigas entre os heróis, tudo girava em todo do plano de Loki, e o Tom fez esse papel muito bem.

Os-Vingadores

Os efeitos especiais desse filme estão magníficos, são explosões e destruições no padrão de Transformers, só que por incrível que pareça, trazendo muito mais adrenalina e empolgação. Aquela cena final que é cheia de ação é algo assim incrível, é toda hora cenas assim que você fica impressionado, combinação de golpes de 2 personagens, e o Hulk faz coisas assim que é de ficar de boca aberta, só vendo para entender.

novafotohulk

Resumindo o que é Os Vingadores: é aquele filme que você sempre quis de super heróis, com uma boa história, bem dirigido com ótimas atuações e tem o principal e o mais importante: cenas de ação incríveis. Foi indiscutivelmente o melhor filme que eu vi numa sala de cinema.

Nota: 10/10 (um dos meus filmes favoritos a partir de hoje)

jogos-vorazes (1)

Jogos Vorazes é a grande sensação do momento. Apesar da divulgação aqui no Brasil não ser tão grande como está no Estados Unidos, a série está fazendo seu dinheiro de uma forma assustadora. Graças a indicação de um amigo, conheci a série um pouco antes desse “boom” da mídia nacional e quero dizer alguns comentários sobre o livro e o filme.

A história é contada num futuro pós-guerra, onde um país chamado Panem é dividida em 12 Distritos ( Na realidade são 13, mas um dos distritos foi aniquilado durante a guerra). Como um lembrete para que isso não aconteça mais, a Capital decidiu realizar todos os anos os Jogos Vorazes. Todos os anos são selecionados um garoto e uma garota de cada distrito que tenham a idade entre 12 a 18 anos, esses selecionados são jogados numa arena onde só pode haver um sobrevivente.

filme-jogos-vorazes-imagem-1

Katniss Everdeen é a personagem principal e é quem conta a história para nós leitores, no livro vemos todos os acontecimentos pelos olhos dela. Katniss é uma garota de 16 anos que vive com sua mãe e sua irmã mais nova Primrose (Prim) . Sua mãe é incapaz de trabalhar, pois entrou numa depressão profunda após a morte do pai em um acidente numa mina, então Katniss é obrigada a caça e trazer comida para a casa. Na caça ela tem a ajuda de seu amigo Gale, que também vive em condições precárias.

No dia da colheita, a preocupação de Katniss e de Gale é grande, já que o nome deles estão escritos no sorteio diversas vezes, eles podiam trocar “dinheiro” por colocar seu nome mais vezes no sorteio para os jogos. Já Prim só tinha seu nome escrito uma vez no sorteio, mas mesmo assim foi a sorteada para ser a selecionada do distrito 12. A caminho do palco Katniss em um ato heroico, se oferece para trocar de lugar com sua irmã e agora é a oferenda do distrito, logo depois é escolhido o garoto Peeta MeMellark, que é filho de um padeiro e onde ela tem algumas histórias de seu passado com ele.

SC_D66_23418aC

O livro é muito bem escrito, gostoso de ler como poucos, enquanto lia me lembrou as vezes a empolgação que eu senti ao ler Harry Potter pela primeira vez. Quando começa realmente os Jogos Vorazes o livro fica numa empolgação que você quer saber toda hora o que vai acontecer. A história é bem agitada.

O diferencial do Jogos Vorazes é o relacionamento, como toda história, o garota tem que ficar com o garoto, mas aqui, você fica naquela dúvida, se ela gosta do Peeta ou se ela gosta do Gale, e a cada capitulo essa dúvida só aumenta.

d7f9987e69465fe25496e3a5f026be32_jpg_290x478_upscale_q90

Pra mim o filme completa o livro, como no audiovisual eles tiveram que contar a história sem ser com os olhos da Katniss, existem partes que no livro a Katniss tentava deduzir o que os organizações dos jogos estavam fazendo, no filme mostrava a conversa dos organizadores, como eram as coisas realmente nos bastidores.

O que faltou para mim no longa metragem foi talvez um tom mais sombrio em algumas cenas, ou um tom menos infantil. Os personagens da Capital, todos tinham roupas muitos bizarras, acho que podia ser um pouco menos. As cenas de ação principais foram do jeito esperado, já que as mortes com certeza não seriam mostradas em detalhes para o filme não tem uma classificação etária alta, mas no que foi possível, eles representaram bem as mortes. A trilha sonora que acompanha o filme também foi escolhida muito bem, dando o clima ideal para cada tipo de cena.

1-1

As escolhas dos atores para representar os personagens foi muito legal, a Jennifer Lawrence é uma atriz de extrema competência, como vimos em Inverno da Alma e X-Men: Primeira Classe. Seu papel com Katniss é considerado por muito um divisor de águas para a carreira dela, já que é o filme de maior repercussão que ela já atuou, e sua representação é excelente, uma atriz linda e que fez atuações emotivas em outros filmes, fazer um papel de durona não é algo fácil. Gale que é um personagem bem mais falado no livro, no filme é interpretado pelo ator Liam Hemsworth, que não teve a oportunidade de mostrar algo, já que teve poucas oportunidades. Peeta é interpretado pelo ator Josh Hutcherson. Essa também foi uma ótima escolha, ele soube interpretar bem as características do personagem, ser alguém bundão, mas as vezes corajoso. Woody Harrelson interpretou o personagem Haymitch, que nos livros tem uma importancia muito maior que no filme, então Harrelson também não teve tempo para mostrar uma boa atuação, mas no que foi mostrado, eu esperava um pouco mais da atuação dele.

No geral, o filme do Jogos Vorazes ficou muito bom, reclamar demais acho exagero. E o livro é uma experiência única que eu indico a todos meus amigos que gostam de livros no estilo do Harry Potter. A vantagem é que Jogos Vorazes é uma leitura menos, mas não deixa de ser excelente.

Livro: 9/10

Filme: 8.5/10

Drive

Publicado: dezembro 2, 2011 em Ação, Drama, Filmes
Tags:, ,

795cd925776b36ba2a1516a29406e3a5_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original: Drive

Gênero: Ação, Drama

Sinopse: “Drive” é a história de um motorista dublê de Hollywood por dia (Ryan Gosling), um solitário por natureza, que faz bicos como um top-notch motorista de aluguel no submundo do crime. Ele encontra-se alvo de alguns dos homens mais perigosos de Los Angeles depois de concordar em ajudar o marido de sua vizinha, a linda Irene (Carey Mulligan). Quando o trabalho sai perigosamente errado, a única maneira que ele pode manter Irene e seu filho vivo é fazer o que ele faz melhor-Dirigir!

drive-movie-1152x864

Drive é um estilo de filme que ao você ver o trailer, você é completamente enganado com o que você vai ver em todo o filme. O que eu esperava ver em pouco mais de 90 minutos era ação total, sem pausa para respirar. Não foi o que aconteceu.

drive2

Primeira cena do filme é interessante que já apresenta o personagem principal ( no filme não dizem o nome dele), numa cena de ação já, correndo com o carro e tudo mais, dando aquela adrenalina inicial, porém isso só foi para dar um gostinho.

drive-movie-3-2011

Uma grande parte do filme lembra até filmes de máfia, mostra os personagens, como é a vida deles, faz você se apegar a eles. Durante todas essas apresentações, um plano de assalto está sendo feito. Outra comparação com filmes de máfia é a violencia que é demonstrada no filme. Mortes são efetuadas sem dó e sem cortes, seja na porrada onde o personagem soca a cara do outro até afundar o cranio, ou seja simplesmente com um tiro de escopeta.

drive-movie

E como é dito já na sinopse, o plano dá errado, e o personagem do Ryan Gosling incorpora um assassino foda. O ápice do filme realmente é a hora que o personagem se ve na responsabilidade de proteger a família de um dos companheiros dele que foi morto.

drive-movie (1)

Quero chamar a atenção para a trilha sonora fenomenal que foi feita nesse filme, não só pelo fato de encaixar bem no filme, mas as músicas são muito boas, é daqueles filmes que você assiste e corre logo procurar a trilha sonora para ouvir.

Drive movie

Drive é um filme que alguns criticos dizem que pode ser um dos indicados ao Oscar. Acho dificil isso acontecer, pelo fato de ter cenas violentas de assassinato ( o que eu achei ótimo) e o roteiro não é de um filme indicado ao Oscar, mas com certeza é um dos melhores filmes de 2011

Nota: 9,5

2581ca9579ed243081de62b86e6141ad_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original: Terminator 2: Judgement Day

Gênero: Ação, Ficção Científica, Thriller

Sinopse: Uma criança destinada a ser líder (Edward Furlong) já nasceu, mas é infeliz por viver com pais adotivos, pois foi privado da companhia da mãe (Linda Hamilton), que foi considerada louca quando falou de um exterminador vindo do futuro.

Neste contexto, um andróide (Arnold Schwarzenegger) vem do futuro, mais exatamente um modelo T-800 igual ao filme original, para proteger o garoto, mas existe um problema: o mais avançado andróide existente no futuro, um modelo T-1000 (Robert Patrick), que é feito de “metal líquido”, não pode ter nenhum dano permanente e pode assumir a forma que desejar, também veio para o passado com a missão de matar o menino.

terminator2still2

James Cameron é conhecido por seus best-sellers como Titanic e Avatar, porém é reconhecido mesmo pelos seus fãs por Exterminador do Futuro e Alien, O Resgate. O Exterminador do Futuro 2 é reconhecido também como um marco da década de 90, muito dizem que é o melhor filme de ação da década, e um dos melhores que existe. Lendo tudo isso, a impressão é de ver um puta filme.

Terminator-2_2

E realmente é, James Careron como sempre, consegue trazer com intensidade emoção no seus filmes, no Exterminador do Futuro 2, ele consegue trazer tensão, e é muita tensão. Junto disso, um roteiro muito bem feito, daqueles que explica cada detalhe da história, algo que quem é bem crítico adora.

terminator_2_judgment_day_tsktsk

É difícil falar de atuações de 2 atores que fazem papéis de robôs sem emoções. O Schwarzenegger teve o papel ideal pra ele, um personagem que não precisava demonstrar emoções, ficou perfeito. Linda Hamilton que faz a Sarah Connor tem um papel muito difícil e faz muito bem, e sua transformação do primeiro filme pro segundo é incrível, ela ficou bem musculosa. Edward Furlong, o John Connor é um menininho as vezes simpático e as vezes chato, e o Robert Patrick que faz o T-1000 é um dos maiores vilões que eu já vi.

t2-0001l

Quer uma indicação de um bom filme de ação? Assista Exterminador do Futuro 2, se você quiser se aprofundar bem na história, é legal assistir o primeiro antes, mas dá para entender só assistindo o segundo. A diversão do filme é ficar diversas vezes aquela adrenalina da cena de ação não acabar nunca e não saber o que vai acontecer depois, filme ótimo

Nota: 10

Super 8

Publicado: agosto 22, 2011 em Ação, Ficção Científica, Filmes, Mistério, Suspense
Tags:

95412cf180f46260c01075187b81ea03_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original:Super 8

Gênero:
Ação, Ficção Científica , Mistério, Suspense

Sinopse:
A trama se passa no verão de 1979, quando um grupo de seis garotos, em uma cidade industrial de Ohio, testemunha uma catastrófica colisão noturna de um caminhão com um trem de carga. Eles registram tudo com a câmera Super-8 com a qual estavam tentando fazer um filme. Não tarda para que eles comecem a desconfiar que aquilo não foi um acidente, quando misteriosos desaparecimentos começam a acontecer e o exército tenta encobrir a verdade – algo muito mais terrível do que eles poderiam imaginar.

20110425101727_25151_large_super-8
Fãs de Lost e Fringe já conhecem esse cara, são fãs dele, J.J. Abrams e seu novo longa metragem onde ele dirige e roteiriza era o maior suspense do ano passado, a espera foi grande e finalmente em 2011 o filme foi lançado. O que dizer de um diretor que é claramente um nerd, que apenas quer fazer uma homenagem aos seus filmes dos anos 80? O jeito das câmeras, os personagens, a história, é tudo muito parecido com os grandes clássicos da sessão da tarde. Abrams a cada trabalho que faz mostra que tem qualidade, utiliza muito bem seus atores e traz para as telas uma obra-prima de ação e suspense.

elle-fanning-e-joel-courtney-estrelam-super-8-de-jj-abrams-1302646261631_615x300

Joel Courtney (Joe Lamb) é o ator principal e faz sua estréia em filmes com uma grande responsabilidade, que é assumir um papel de grande importância assim logo de cara, e ele faz isso muito bem, com muito carisma e demonstração de tensão e paixão nas horas corretas, é um menino que tem um futuro promissor, só esperamos que ele não vá pro caminho errado como alguns atores mirins dos anos 90. Elle Fanning (Alice Dainard) é a irmã da Dakota Fanning e pelo que parece segue os passos da irmã fazendo muito bem o papel da menina bonitinha que sofre por causa do pai que repreende muito ela.

super8_8
Riley Griffiths, faz o papel do gordinho que é fã de cinema e está tentando fazer sua própria produção, gosto da sua atuação por ao contrário de muitos outros filmes, que esse seria um personagem chato, Riley faz um personagem muito carismático e divertido. Kyle Chandler faz o pai de Joe Lamb, um policial chamado Jackson Lamb que é superprotetor e por causa da catástrofe do trem, acaba recebendo mais responsabilidades, atuação mediana.

super_8_002

O bom desse filme é o fato de ter algumas cenas bem memoráveis, como a cena principal da trama do filme que é a destruição do trem. Além disso a trilha sonora e os efeitos especiais são magníficos, também, com produção do Spielberg, não se espera algo ruim em relação a efeitos.

Super 8 é uma bela nostalgia dos filmes dos anos 80 feito em uma boa qualidade, trazendo atores mirins e fazendo um filme realmente muito divertido, vale o ingresso.

Nota:9,5

71021_assassinos por

Título Original: Natural Born Killers

Gênero:
Ação, Drama, Policial, Romance, Suspense, Thriller

Sinopse:
Um casal como outro qualquer. Essa é a primeira impressão que se tem ao conhecemos Mickey e Mallory, duas pessoas que conseguiram a atenção da mídia matando pessoas, muitas pessoas. Transformados numa versão de Bonnie e Clyde mais violentos, os dois, vítimas de infâncias conturbadas, tornam-se foras-da-lei, amantes e assassinos seriais. O casal viaja pela Rota 66 conduzindo matanças não por dinheiro, nem por vingança, apenas por curtição. Glorificados pelos veículos de notícias, tornam-se lendários por meio dos depoimentos das únicas pessoas que sobrevivem aos seus ataques.

Assassinos Por Natureza

Dirigido pelo glorioso Oliver Stone, conhecido também por seus trabalhos em “Wall Street – Poder e Cobiça ” e em “Platoon”, é realmente um bom diretor pelos pouco trabalhos que vi dele, e pra mim esse foi o melhor dos que eu assisti. É de uma genialidade artística que poucas vezes eu vi. A primeira cena para alguns pode parecer algo bizarro, mas é de um tom irônico, com uma arte audiovisual assim única. Não só isso como seus tons meio sombrios, como nas cenas finais, dão um ar mais macabro nas cenas em que são necessário para dar um maior suspense. O roteiro teve ajuda de Quentin Tarantino, então já imaginam algo de qualidade, tanto que você assistindo, dá para reparar em muitos detalhes do Tarantino, os personagens, até a trilha sonora é bem Tarantino.

cagnetti

Estrelado por Woody Harrelson, que faz o papel de Mickey Knox, um assassino carismático e louco, e isso ele faz com uma qualidade muito boa, não é uma interpretação brilhante, mas agrada muito. Juliette Lewis, linda como sempre, faz um ótimo trabalho como Mallory Knox, que também é uma louca assassina que era abusada pelo pai e foi descoberta sem querer pelo Mickey. Robert Downey Jr. faz o papel de um jornalista Wayne Gale, que faz de tudo para conseguir entrevistar as pessoas que mais estão sendo faladas na mídia, seu papel é hilário e ele atua até que bem ,mas não se compara a sua interpretação como Tony Stark no Homem de Ferro. Temos Tommy Lee Jones como o delegado da prisão Warden Dwight, e esse sim é um cara fanfarrão, que quando fica bravo, esbraveja mesmo sua raiva, é o personagem mais engraçado do filme. Por ultimo, Tom Sizemore fazendo o detetive Jack Scagnetti, também atuando bem.

wayne gale

Assassinos por Natureza é um dos melhores filmes que eu já vi, tanto pelo seu tom artístico, como pelo seu roteiro, trabalho de direção, trilha sonora, atuações divertidas e misturar vários gêneros de filme num só e fazer isso muito bem. O fato de ter personagens carismáticos fazem você gostar mais da trama e dificilmente você não vai gosta desse filme.

Nota:10