Arquivo da categoria ‘Mistério’

Super 8

Publicado: agosto 22, 2011 em Ação, Ficção Científica, Filmes, Mistério, Suspense
Tags:

95412cf180f46260c01075187b81ea03_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original:Super 8

Gênero:
Ação, Ficção Científica , Mistério, Suspense

Sinopse:
A trama se passa no verão de 1979, quando um grupo de seis garotos, em uma cidade industrial de Ohio, testemunha uma catastrófica colisão noturna de um caminhão com um trem de carga. Eles registram tudo com a câmera Super-8 com a qual estavam tentando fazer um filme. Não tarda para que eles comecem a desconfiar que aquilo não foi um acidente, quando misteriosos desaparecimentos começam a acontecer e o exército tenta encobrir a verdade – algo muito mais terrível do que eles poderiam imaginar.

20110425101727_25151_large_super-8
Fãs de Lost e Fringe já conhecem esse cara, são fãs dele, J.J. Abrams e seu novo longa metragem onde ele dirige e roteiriza era o maior suspense do ano passado, a espera foi grande e finalmente em 2011 o filme foi lançado. O que dizer de um diretor que é claramente um nerd, que apenas quer fazer uma homenagem aos seus filmes dos anos 80? O jeito das câmeras, os personagens, a história, é tudo muito parecido com os grandes clássicos da sessão da tarde. Abrams a cada trabalho que faz mostra que tem qualidade, utiliza muito bem seus atores e traz para as telas uma obra-prima de ação e suspense.

elle-fanning-e-joel-courtney-estrelam-super-8-de-jj-abrams-1302646261631_615x300

Joel Courtney (Joe Lamb) é o ator principal e faz sua estréia em filmes com uma grande responsabilidade, que é assumir um papel de grande importância assim logo de cara, e ele faz isso muito bem, com muito carisma e demonstração de tensão e paixão nas horas corretas, é um menino que tem um futuro promissor, só esperamos que ele não vá pro caminho errado como alguns atores mirins dos anos 90. Elle Fanning (Alice Dainard) é a irmã da Dakota Fanning e pelo que parece segue os passos da irmã fazendo muito bem o papel da menina bonitinha que sofre por causa do pai que repreende muito ela.

super8_8
Riley Griffiths, faz o papel do gordinho que é fã de cinema e está tentando fazer sua própria produção, gosto da sua atuação por ao contrário de muitos outros filmes, que esse seria um personagem chato, Riley faz um personagem muito carismático e divertido. Kyle Chandler faz o pai de Joe Lamb, um policial chamado Jackson Lamb que é superprotetor e por causa da catástrofe do trem, acaba recebendo mais responsabilidades, atuação mediana.

super_8_002

O bom desse filme é o fato de ter algumas cenas bem memoráveis, como a cena principal da trama do filme que é a destruição do trem. Além disso a trilha sonora e os efeitos especiais são magníficos, também, com produção do Spielberg, não se espera algo ruim em relação a efeitos.

Super 8 é uma bela nostalgia dos filmes dos anos 80 feito em uma boa qualidade, trazendo atores mirins e fazendo um filme realmente muito divertido, vale o ingresso.

Nota:9,5

Cartaz-Harry-Potter-Reliquias-da-Morte-parte-2

Título Original: Harry Potter and the Deathly Hallows – Part II

Gênero:
Aventura, Fantasia, Mistério

Sinopse:
Na segunda parte do final épico da série, a batalha entre o bem e o mal no mundo da magia se torna uma guerra entre centenas de bruxos. Os riscos nunca estiveram tão altos e nenhum lugar é seguro o suficiente. Assim, Harry Potter precisa se apresentar para fazer o seu último sacrifício, enquanto o confronto final com Lorde Voldemort se aproxima. Tudo acaba aqui.

Harry-Potter-e-as-Relíquias-da-Morte-Parte-2

Uma das maiores franquias que já existiram chegou no seu último filme, fãs com certeza iriam gostar do filme, mesmo se fosse fraco, mas mesmo assim, ficaram surpreso com o melhor filme da série. David Yates deixou realmente o melhor para o final. Quem esperava o filme mais logo de todos já se surpreende que ele é o menor ( com 120 minutos). E nesse tempo todo você deparar com várias informações vindo pra você, várias cenas de ação, é uma mistura de sentimentos muito intensas, como poucas vezes vi no cinema. Além disso a adaptação do livro ficou muito boa, a estratégia de dividir a história do livro em 2 filmes foi realmente genial. Deixando as melhores cenas realmente pro final, além disso deu pra fixar bastante na parte sentimental dos personagem.

harry-potter-e-as-reliquias-da-morte-parte-2-2

Algo que deve se focar também é na interpretação de todos os personagens, que sem dúvida está fenomenal. Mesmo com atores que são fracos como o próprio Daniel Radcliffe, mas sua experiência de 10 anos fazendo o mesmo papel, dessa vez foi o filme em que ele mais acertou. Quero chamar a atenção para o ator Matthew Lewis que faz o personagem do Neville Longbottom que chama atenção com o seu carisma.

Harry-Potter-e-as-Reliquias-da-Morte-Parte-2_48

Uma marca registrada nos filmes do Harry Potter é a trilha sonora monstruosa, e aqui não é diferente, e além disso a qualidade do som e dos efeitos especiais é algo incrível. Como esse filme é o mais agitado de todos, as cenas com golpes de magia são rápidas e muito bem feitas.

assistir-filme-harry-potter-e-as-reliquias-da-morte-parte-2

A saga Harry Potter acaba com o melhor filme da saga indiscutivelmente, consegue fazer duas horas passar extremamente rápido e tende a agradar a todos que assistem. É daqueles tipos de filmes que você pode assistir várias e várias vezes e você nunca vai enjoar, porque realmente é prazeroso assistir

Nota: 10

Quadrilogia Pânico

Publicado: abril 23, 2011 em Filmes, Mistério, Suspense, Terror

41e5af0c496950c1be0fe1c9d1537899_jpg_195x289_upscale_q90

Pânico se tornou uma das sagas mais clássicas no cinema, não só como filme de terror, mas entre todos os filmes, tanto que tem até uma série sarcástica em cima do longa, e a mascara de Ghostface diria que é a mascara mais famosa que existe. Wes Craven fez seu nome muito bem em cima da franquia, e com motivos, mesmo até com um roteiro ruim, ele conseguiu fazer um filme divertido para os fãs que gostavam do estilo dele.

sidney1-2

Pânico 1 já mostra na cena inicial como que funciona o esquema de assassinatos do seu personagem. Uma ligação, uma pergunta: “Qual seu filme de terror favorito?”, a perseguição e a facada, parece simples, mas cada personagem tem um jeito de escapar, uma reação, e assim uma morte diferente.

scream1-6

Daí que surge Sidney, uma menina que está traumatizada pela brutal morte de sua mãe, chega um dia em sua escola, cheia com o pessoal da TV, reportando sobre um assassinato de uma aluna de sua escola, e assim começa uma série que tem como principal alvo a própria Sidney. Além de Sidney, outros 2 personagens tem que ser chamado atenção pela importância que tem durante toda a série. Eles são Gale Wethears ( Courtney Cox) e Dewey Riley ( David Arquette). Gale é uma reporter que quer as melhores notícias sobre os tais assassinatos em Woodsboro e Dewey é um policial bem tonto, mas carismático, que é alvo das partes divertidas do filme.

scream1-4

O longa trata de citar outros filmes de terror anteriores para contar como é feita a idéia dos assassinos e mexer mesmo com o medo das pessoas, traz os personagens mortos como se fosse um telespectador que gosta de filmes de terror, te colocando realmente como um dos personagens.

scream1-1

A trilha sonora foi feita com maior carinho possível, deixando as cenas tensas, com uma trilha realmente tensa. Além disso, essa jogada que Wes Craven usa de fazer um filme comédia com terror é a sacada mais genial possível, pois ele te deixa você com picos de tensão, fazendo quebras com cenas de comédia. Então você nunca sabe quando você vai se assustar ou vai ser uma cena engraçada. É surpreendente.

scream1-5

Pânico 1 tem talvez o melhor final da saga por também ter os melhores assassinos e não dá para saber mesmo quem vai morrer ou não

7666c1350f3f907087c5060253e9a369_jpg_195x289_upscale_q90

1999, 3 anos depois do lançamento do 1, vem Pânico 2, com a idéia que: “Nunca a sequência é melhor que o original”, e tenta quebrar esse paradigma, em alguns conceitos consegue melhorar sim, mas em outros não.

scream-2

Pânico 2 tem como ponto forte as mortes, que são melhores e mais bem elaboradas. Começa com uma brincadeira em que as pessoas estariam assistindo a estréia de um filme que é a história baseada nos fatos do Pânico 1, de novo te jogando como se você pudesse ser um dos personagens do filme, e que alias você poderia até ser morto na sala de cinema assistindo o filme naquele instante.

Scream-2-Screencap-scream-1803921-720-308

Alguns personagens que escaparam da morte no 1º, aqui não tiveram a mesma sorte, e também trazem novos que são bem carismáticos como no primeiro, por exemplo, o câmera da Gale que vivia com medo de morrer pelo Ghostface. O final tem revelações forçadas, mas é bem tenso e agitado, podendo até fazer você preferir esse que o original.

0f49791ebc78504536ab286588eef78b_jpg_195x289_upscale_q90

Pânico 3 saiu um ano depois do seu antecessor com a idéia de mudar paradigmas que ocorrem em todas as trilogias. Nesse filme, estão produzindo um dos filmes de “Stab”, e que os atores são mortos de verdade em sequência que eles seriam mortos na história original.

courteney_cox_parker_posey_scream_3_001

Esse filme tem infelizmente o roteiro mais fraco da série disparado, que é salvo pela qualidade do trio principal e as técnicas clássicas e mesmo assim não cansativas do diretor Wes Craven. O final também é o mais perdido, com um assassino extremamente escroto e sem sentido. Talvez foram esses fatos que fizeram a série não seguir em frente como se fosse um “Jogos Mortais”, por exemplo, e ainda bem, não prostituiu a série.

bdc7a43635886b73f2d79a4f9fc87b28_jpg_195x289_upscale_q90

11 anos depois, foi o que demorou para ser lançado Pânico 4, os fãs tiveram que agüentar vários boatos nesse meio tempo, até que Wes Craven ouviu a todos e finalmente fez uma sequência, para se redimir do que ele acabou fazendo no 3.
Stab aqui se transformou num “Jogos Mortais”, fizeram a trilogia baseado em fatos reais, daí depois foram inventadas histórias insanas e horríveis para continuar uma série, foi realmente uma sátira na cara dura ao Jogos Mortais e outros filmes que chegam a ridícula marca de 7 a 8 filmes já com história sem sentido algum.

cinema-Scream-4-4

Sidney depois de muito tempo, volta a sua cidade natal, para fazer o lançamento de seu livro, e traz junto consigo uma nova série de assassinatos do Ghostface. Agora com novas tecnologias, o filme se aproveita disso fazendo brincadeiras, principalmente com “twitcam” ou “Stream” mostrando as filmagens em tempo real, falando também que o assassino agora pode ele mesmo fazer o filme.

scream-4.3

Um bom diferencial de Panico 4 são as cenas de morte, com bem mais sangue e impactos das facadas bem mais reais, trazem um grau de tensão bem mais forte. E as cenas de comédia também são bem mais divertidas, os extremos são bem mais abusados aqui, dando uma emoção muito diferente dos outros longas da saga.

B33E1869.CR2

Com um final também inesperando, Pânico 4 torna-se assim o melhor filme da Quadrilogia, e nos deixa com um gostinho de quero mais. E agora? Qual seu filme de terror favorito? O meu é Pânico 4

Notas:

Pânico: 9/10
Pânico 2: 8,5/10
Pânico 3: 6/10
Pânico 4:10/10

A Origem

Publicado: fevereiro 2, 2011 em Ficção Científica, Filmes, Mistério, Thriller

a-origem-poster-410x600

Título Original: Inception


Gênero:
Ficção Científica, Mistério, Thriller

Sinopse: Dom Cobb (Leonardo DiCaprio) é um habilidoso ladrão na arte da extração, roubando valiosas informações nas profundezas do subconsciente da pessoa durante seus sonhos, que é a hora onde a mente fica vulnerável. Isso faz Cobb ser um jogador cobiçado nesse traiçoeiro mundo da espionagem corporativa. E agora uma redenção foi oferecida para ele, o último trabalho pode trazer de volta sua vida normal, mas o que ele e sua equipe devem fazer é plantar a idéia na pessoa. E isso requer um plano muito cuidadoso, pois qualquer falha pode acabar com a missão de uma maneira indesejada.
Algo que só Cobb pode prever.

20100625135712_18480_large_a-origem

Christopher Nolan foi um gênio nesse filme, é uma aula cinematográfica, com um roteiro primoroso, ele nos trouxe num mundo onde a todo instante refletimos o que a nossa mente e nossos sonhos podem nos trazer. Um dos trabalhos do diretor é extrair o máximo dos atores que ele escolhe para atuar no seu filme, você que assiste filmes conhece muito esses atores e também o enorme potencial de cada um, nesse filme nenhum deles decepciona.

A_Origem_

Leonardo DiCaprio, não podemos falar que é o melhor papel dele, porque o mesmo também participou de trabalhos geniais com outros grandes diretores, mas ainda assim manda MUITO bem nesse filme. Ellen Page faz você esquecer que ela fez Juno, com um papel bem mais sério e mais maduro. Joseph Gordon-Levitt é muito “motherfucker”, participando das melhores cenas de ação, mandando porrada em um monte de gente.

inception-trailer2-header

O filme é bem agitado, cenas de ação, ótimos efeitos especiais e trilha sonora que traz uma tensão enorme em toda sua duração. O mais incrível é como o filme explica como o tempo passa no sonho, cinco minutos se tornam uma hora no subconsciente, enquanto assiste ao filme no cinema parece que você também tem o tempo passando numa realidade diferente. Com 2h30 de duração parece que se passaram apenas trinta minutos, você acaba querendo mais daquilo.

a-origem4 
“A Origem” provavelmente será um dos filmes indicados ao Oscar pelo menos nas categorias: Melhor filme, Melhor Roteiro Original e Melhor Diretor. Então já se preparem para ver um filme que vai marcar a sua vida, é quase certo sair da sala de cinema ou levantar da poltrona da sua casa refletindo e MUITO! A Origem é RECOMENDADÍSSIMO!!!!!

Nota: 10/10

Antigo post do site InfoMidia5 , revisado pela Camila Jardim

Inverno da Alma

Publicado: fevereiro 1, 2011 em Drama, Filmes, Mistério, Suspense

4c321b3e69672687969f89e83f1ee3ca_jpg_195x289_upscale_q90

Título Original: Winter’s Bone


Gênero:
Drama, Mistério, Suspense

Sinopse: Inverno da Alma elabora o retrato da adolescente Ree Dolly, uma jovem que vive numa região montanhosa localizada na região central dos EUA, e que, mesmo com a desaprovação das pessoas que lhe são mais próximas, atravessa a região selvagem das montanhas de Ozark, no coração dos Estados Unidos, para reencontrar o seu pai, um conceituado traficante de droga

inverno-da-alma2-600x400

Inverno da Alma é um trabalho de direção e roteiro de Debra Granik, que faz  na realidade seu 2o. trabalho. Esse é um filme independente, com um baixo orçamento, então em comparação a qualquer outro filme indicado ao Oscar, esse é muito mais simples. Mesmo não tendo muito dinheiro gasto, ele é bem feito, Debra é uma promissora diretora e faz um roteiro bom, mas nada no nivel competitivo do Oscar. Mesmo sendo bom, é um tipo de história que não me agrada.

inverno-da-alma4-600x400

O grandiosidade desse filme é por causa das atuações, Jennifer Lawrence é a protagonista e agora aparece de vez para o cinema fazendo uma das melhores atuações do ano, bem dramatica e consegue carregar a história sozinha. Junto com ela tem outra boa interpretação que é a do John Hawkes, os 2 inclusive foram indicados ao Oscar e com merecimento, mas acho dificil ganharem, a concorrencia é forte.

A trilha sonora bem country é muito boa também e integra muito com o clima do cenário, além disso a fotografia do filme é ótima, as cenas escuras tem um ar bem sombrio, é um trabalho muito bem feito.

inverno-da-alma6-600x400

Na teoria Inverno da Alma tem tudo para ser um ótimo filme, mas é um tipo de roteiro que não me agradou, além que falta ousadia, você assiste e não é aquela história que te marca, talvez daqui a 1 ano você esqueça totalmente que assistiu esse longa, Indico apenas para quem quer acompanhar o Oscar, no resto você pode pular esse filme.

inverno-da-alma3-600x400

Só quero deixar claro que eu muito falei bem desse filme e dei uma nota baixa, é porque realmente eu dei a nota do quanto eu gostei do filme, não em termos tecnicos. Se fosse por isso o filme merecia sim uma nota maior, esse blog é para você que é que nem eu, entende bem pouco de cinema e não aguenta ler uma critica muito complexa sobre os filmes.

Nota: 7/10

O Grito

Publicado: janeiro 18, 2011 em Filmes, Mistério, Suspense, Terror

70e2898e2095bc88218b883bf30c4028_jpg_195x289_upscale_q90

Título Original:
The Grudge

Gênero: Mistério, Suspense, Terror

Sinopse: Em Tóquio uma casa comum oculta o pavor que nela há, pois quando alguém morre em um momento de terror nasce uma maldição, que não perdoa nem esquece e faz as pessoas morrerem vitimadas por uma poderosa ira. Neste contexto surge a estudante americana Karen Davis (Sarah Michelle Gellar), que, desconhecendo a maldição, está no Japão em um intercâmbio cultural. Karen é voluntária do Centro Social de Apoio, pois isto conta crédito para sua formatura na faculdade. Ela inocentemente concorda em substituir uma assistente social que não foi trabalhar, sem saber que ela na verdade foi vítima da maldição. Karen vai até a casa amaldiçoada para cuidar de Emma Williams (Grace Zabriskie), que tem uma letargia grave associada a leve demência, o que a faz ficar dormindo quase todo o dia. Ao chegar vê Emma em um estado catatônico, enquanto o resto da casa parece estar abandonado e desordenado. Enquanto cuidava de Emma, Karen ouve estranhos sons na parte de cima da casa. Ao investigar ela se defronta com algo tão apavorante que seria incapaz de imaginar, pois dentro da casa há uma sucessão de fatos apavorantes que são o resultado de algo terrivelmente maléfico, que surgiu de forma horrenda anos atrás. Como mais pessoas morrem, Karen é envolvida no ciclo de horror e aprende o segredo da maldição vingativa, que criou raízes nesta casa. Agora ela tenta parar isto antes que seja muito tarde, mas por mais que ela aprenda sobre a maldição e suas origens a força maléfica que Karen enfrenta é algo que ela ainda não dimensionou.

grito

Esse filme é uma refilmagem da versão original, que é japonesa, porém é o mesmo diretor que faz as 2 produções Takashi Shimizu, que pra mim fez um trabalho ruim nesse filme, não conseguiu me assustar, tem umas tomadas que são muito mais hilariantes que tensas.

grito_3

As atuações desse filme são horríveis, Sarah Michelle Gellar faz o pior filme dela que eu já vi ( sim, ela está pior que em Scoody Doo), e não tem ninguem nesse filme que atua bem, pra não desprezar todo mundo, o menino que faz o Toshio ( Yuya Ozeki) consegue trazer um ar sinistro ao filme.

1245084943_grito02

Só falando mal do longa parece que eu não gostei, mas não. A grandiosidade aqui está no roteiro, que é muito inteligente, fazendo várias ligações de partes que passam no começo do filme e explicando no final, inclusive a cena final tem um flashback que eu achei genial.

1245084945_grito04

Tecnicamente “O Grito” é o filme fraco, como um filme de terror então eu achei ele péssimo, mas gostei muito da drama do filme, que me conquistou me uma forma muito boa. mas como ele é um filme de terror, eu não recomendo.

Nota: 6,5/10

harry_potter_and_the_deathly_hallows_part_i_ver5

Sinopse: Em ‘Harry Potter e as Relíquias da Morte’, Harry Potter foi encarregado de uma tarefa obscura, perigosa e aparentemente impossível: localizar e destruir os Horcruxes remanescentes de Voldemort.

Potter nunca esteve tão sozinho nem teve de enfrentar um futuro tão sombrio.

Porém, de algum modo, Harry deve encontrar dentro de si próprio a força para completar a tarefa que lhe foi dada: ele deve sair do ambiente acolhedor e seguro da Toca para seguir sem temor nem hesitação pelo inexorável caminho que lhe foi traçado…


O sétimo filme da franquia, onde passaram vários diretores diferente, e no final acabaram investindo nesse que ficou responsável para encerrar a saga. Seu nome: David Yates. Você pode se perguntar quem é esse diretor. Bem, nem eu sei, mas o cara tentou ser o mais fiel possível nos 2 outros filmes que ele fez ( Ordem da Fênix e Enigma do Príncipe), mas não deu muito certo, pois acabou cortando muitas parte em que os fãs queria ver no telão. Agora podendo dividir a história em 2, ele mostrou realmente que ele é bom. Uma característica que ele trouxe, onde é dificil se ver numa adaptação de livro, que na parte da história ele não acrescentou nada quase, pouquissimas coisas, o que na realidade é o que os fãs gostam.

20100923103227

As atuações: pegando os 3 personagens principais, o ator Rupert Grint que faz o Rony atua brilhantemente, ele acaba se destacando sobre os outros 2 personagens, pois também é o que quebra o gelo em muitas cenas, e sua expressão facial é muito boa. Já o Daniel Radcliffe é o mais fraco, mesmo sendo o principal. Infelizmente em muitas cenas ele não convence tanto com sua emoção, mas é estranho pois em outras cenas ele as faz muito bem. Já a Emma Watson segue a mesma linha do Daniel, mas ela tem mais pontos positivos que negativos, mas em cenas emotivas também ela deixa um pouco a desejar. Personagens secundários tem que destacar os que fazem os personagens de: Lucius Malfoy (Jason Isaacs) e Bellatrix Lestrange (Helena Bonham Carter), a segunda alias é uma ótima atriz de outros filmes como o Alice do país das Maravilhas e Clube da Luta.

20101009173351164

Outro ponto positivo do filme é a fotografia, que pra mim foi primoroso. Os cenários de todas as cenas são perfeitos, foi um trabalho digno do final dessa famosa saga. A Trilha sonora também é ótima e aparece sempre nas horas que são necessárias, e sim tamparam as vezes até a má atuação de alguns personagens. Em conjunto a trilha, as cenas de ação ficaram ótimas também, rápidas e violentas, com um ótimo som, trazia a nos os telepectadores realmente os impactos dos feitiços lançados.

20101118153902142

Sim, Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1 é o melhor filme da saga disparado, um incrível trabalho de equipe, e com um final na hora certa, deixa todos na espera da parte 2. Se eu disse que a atuação de alguns deixou a desejar, pode ter certeza que isso não estragou em nada o filme, porque eles não são pessimos atores, mas faltou sim mais emoção. Que venha o final!

Nota: 10/10