Arquivo da categoria ‘Suspense’

dd8bf9a3da942e952a6b3aef350542cc_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original: Full Metal Jacket

Gênero: Ação, Drama, Guerra, Suspense

Sinopse: Um sargento (R. Lee Ermey) treina de forma fanática e sádica os recrutas em uma base de treinamentos, na intenção de transformá-los em máquinas de guerra para combater na Guerra do Vietnã. Após serem transformados em fuzileiros navais, eles são enviados para a guerra quando lá chegam se deparam com seus horrores.

Para comemorar os 25 anos do lançamento de Nascidos Para Matar, tomei vergonha na cara e fui assistir esse longa pela primeira vez, sem saber sobre o que se tratava.

nascido-para-matar

Logo no começo já somos introduzidos há um sargento que eu achei muito engraçado, bem estilo Capitão Nascimento, que fica gritando impondo seu poder. Também conhecemos o Soldado Hilário ( apelido dado pela coragem de fazer uma piada com o sargento) e ao soldado Pyle que é um gordinho todo atrapalhado.

Um pouco menos da metade do filme se passa na preparação dos soldados para a guerra do Vietnã, mostra como é a organização, e de uma forma que achei muito divertida, estava achando até então que era um filme de comédia.

afull2

Depois de enviarem o soldado Hilário para a guerra do Vietnã como correspondente, dai a cara do filme muda totalmente. O clima fica realmente de guerra, mostra coisas engraçadas também, como as mulheres vendendo o corpo por um preço muito baixo e o roubo de objetos.

full-metal-jacket1

A hora que eles estão em combate, você vê a falta de experiência e tensão de alguns soldados e a tentativa de estratégia do comandante, como é difícil tomar decisões nesses momentos tão difíceis, o caos que é estar lá no meio, e isso com o soldado Hilário tirando fotos e anotando tudo.

O que deixou o longa bem mais emocionante foi a trilha sonora, com músicas como Surfin’ Bird do The Trashmen e termina com Paint it Black do Rolling Stones.

nascido para matar5

Com um final bem simples, o filme demonstra uma guerra de um jeito que eu nunca tinha visto em outro longa. De uma forma que eu me empolguei, dei risada, fiquei tenso. Foi uma experiência única. Uma obra-prima de Stanley Kubrick.

Nota: 10

Trailer:

Super 8

Publicado: agosto 22, 2011 em Ação, Ficção Científica, Filmes, Mistério, Suspense
Tags:

95412cf180f46260c01075187b81ea03_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original:Super 8

Gênero:
Ação, Ficção Científica , Mistério, Suspense

Sinopse:
A trama se passa no verão de 1979, quando um grupo de seis garotos, em uma cidade industrial de Ohio, testemunha uma catastrófica colisão noturna de um caminhão com um trem de carga. Eles registram tudo com a câmera Super-8 com a qual estavam tentando fazer um filme. Não tarda para que eles comecem a desconfiar que aquilo não foi um acidente, quando misteriosos desaparecimentos começam a acontecer e o exército tenta encobrir a verdade – algo muito mais terrível do que eles poderiam imaginar.

20110425101727_25151_large_super-8
Fãs de Lost e Fringe já conhecem esse cara, são fãs dele, J.J. Abrams e seu novo longa metragem onde ele dirige e roteiriza era o maior suspense do ano passado, a espera foi grande e finalmente em 2011 o filme foi lançado. O que dizer de um diretor que é claramente um nerd, que apenas quer fazer uma homenagem aos seus filmes dos anos 80? O jeito das câmeras, os personagens, a história, é tudo muito parecido com os grandes clássicos da sessão da tarde. Abrams a cada trabalho que faz mostra que tem qualidade, utiliza muito bem seus atores e traz para as telas uma obra-prima de ação e suspense.

elle-fanning-e-joel-courtney-estrelam-super-8-de-jj-abrams-1302646261631_615x300

Joel Courtney (Joe Lamb) é o ator principal e faz sua estréia em filmes com uma grande responsabilidade, que é assumir um papel de grande importância assim logo de cara, e ele faz isso muito bem, com muito carisma e demonstração de tensão e paixão nas horas corretas, é um menino que tem um futuro promissor, só esperamos que ele não vá pro caminho errado como alguns atores mirins dos anos 90. Elle Fanning (Alice Dainard) é a irmã da Dakota Fanning e pelo que parece segue os passos da irmã fazendo muito bem o papel da menina bonitinha que sofre por causa do pai que repreende muito ela.

super8_8
Riley Griffiths, faz o papel do gordinho que é fã de cinema e está tentando fazer sua própria produção, gosto da sua atuação por ao contrário de muitos outros filmes, que esse seria um personagem chato, Riley faz um personagem muito carismático e divertido. Kyle Chandler faz o pai de Joe Lamb, um policial chamado Jackson Lamb que é superprotetor e por causa da catástrofe do trem, acaba recebendo mais responsabilidades, atuação mediana.

super_8_002

O bom desse filme é o fato de ter algumas cenas bem memoráveis, como a cena principal da trama do filme que é a destruição do trem. Além disso a trilha sonora e os efeitos especiais são magníficos, também, com produção do Spielberg, não se espera algo ruim em relação a efeitos.

Super 8 é uma bela nostalgia dos filmes dos anos 80 feito em uma boa qualidade, trazendo atores mirins e fazendo um filme realmente muito divertido, vale o ingresso.

Nota:9,5

71021_assassinos por

Título Original: Natural Born Killers

Gênero:
Ação, Drama, Policial, Romance, Suspense, Thriller

Sinopse:
Um casal como outro qualquer. Essa é a primeira impressão que se tem ao conhecemos Mickey e Mallory, duas pessoas que conseguiram a atenção da mídia matando pessoas, muitas pessoas. Transformados numa versão de Bonnie e Clyde mais violentos, os dois, vítimas de infâncias conturbadas, tornam-se foras-da-lei, amantes e assassinos seriais. O casal viaja pela Rota 66 conduzindo matanças não por dinheiro, nem por vingança, apenas por curtição. Glorificados pelos veículos de notícias, tornam-se lendários por meio dos depoimentos das únicas pessoas que sobrevivem aos seus ataques.

Assassinos Por Natureza

Dirigido pelo glorioso Oliver Stone, conhecido também por seus trabalhos em “Wall Street – Poder e Cobiça ” e em “Platoon”, é realmente um bom diretor pelos pouco trabalhos que vi dele, e pra mim esse foi o melhor dos que eu assisti. É de uma genialidade artística que poucas vezes eu vi. A primeira cena para alguns pode parecer algo bizarro, mas é de um tom irônico, com uma arte audiovisual assim única. Não só isso como seus tons meio sombrios, como nas cenas finais, dão um ar mais macabro nas cenas em que são necessário para dar um maior suspense. O roteiro teve ajuda de Quentin Tarantino, então já imaginam algo de qualidade, tanto que você assistindo, dá para reparar em muitos detalhes do Tarantino, os personagens, até a trilha sonora é bem Tarantino.

cagnetti

Estrelado por Woody Harrelson, que faz o papel de Mickey Knox, um assassino carismático e louco, e isso ele faz com uma qualidade muito boa, não é uma interpretação brilhante, mas agrada muito. Juliette Lewis, linda como sempre, faz um ótimo trabalho como Mallory Knox, que também é uma louca assassina que era abusada pelo pai e foi descoberta sem querer pelo Mickey. Robert Downey Jr. faz o papel de um jornalista Wayne Gale, que faz de tudo para conseguir entrevistar as pessoas que mais estão sendo faladas na mídia, seu papel é hilário e ele atua até que bem ,mas não se compara a sua interpretação como Tony Stark no Homem de Ferro. Temos Tommy Lee Jones como o delegado da prisão Warden Dwight, e esse sim é um cara fanfarrão, que quando fica bravo, esbraveja mesmo sua raiva, é o personagem mais engraçado do filme. Por ultimo, Tom Sizemore fazendo o detetive Jack Scagnetti, também atuando bem.

wayne gale

Assassinos por Natureza é um dos melhores filmes que eu já vi, tanto pelo seu tom artístico, como pelo seu roteiro, trabalho de direção, trilha sonora, atuações divertidas e misturar vários gêneros de filme num só e fazer isso muito bem. O fato de ter personagens carismáticos fazem você gostar mais da trama e dificilmente você não vai gosta desse filme.

Nota:10

Sucker Punch

Publicado: julho 8, 2011 em Ação, Aventura, Fantasia, Filmes, Suspense

b89d8af5ef679239ee5e29b4517ae80d_jpg_195x289_upscale_q90

Título Original: Sucker Punch

Gênero:
Ação, Aventura, Fantasia, Suspense

Sinopse: Snyder criou seis grandes mundos para contar a história de Baby Doll (Emily Browning), uma garota enviada a um manicômio depois que seu padrastro descobre que ela é a única herdeira da mãe. O objetivo do homem é lobotomizá-la, para que a fortuna fique em suas mãos. A menina descobre então que tem apenas cinco dias até que o cirurgião chegue – e a pressão faz com que ela se refugie em sua própria mente. Na imaginação de Baby Doll, o asilo para insanos vira um bordel – de onde ela pode escapar com a ajuda de quatro amigas, enfrentando missões impossíveis.

sucker_punch_mundo_surreal_24

Zack Snyder, nos seus últimos filmes, garantia sempre um visual muito bonito, assim foi com Watchmen, 300 e A Lenda dos Guardiões, só que em Sucker Punch ele superou todos esses trabalhos anteriores. Ele utilizou um visual bem escuro, com muitas cenas de ação em computação gráfica, que deram um efeito bem divertido ao filme, ele não se preocupou em disfarçar o que é computação gráfica ou não, ela bem visível. Além disso, Zack conseguiu trazer uma ótima equipe de atores e os fez trabalhar super bem, a equipe inteira teve uma química bem legal. Tem que se dizer que o roteiro também é muito bem elaborado, é uma história inteligente, que tem que ser interpretada pelo espectador, mas nada além disso, não é também algo que você tem que ficar rachando a cabeça para entender, a história tem um começo e um fim.

sucker-punch-30-12-2010_01

Emily Browning faz o papel principal da personagem com o nome de “Baby Doll”, e ela faz muitíssimo bem, é uma personagem delicada, e ao mesmo tempo sexy, as vezes tem que demonstrar frieza, e as vezes sentimento, é um papel dificil, mas Browning atuou muito bem. Sua equipe que era formada mais com as atrizes: Abbie Cornish, Vanessa Hudgens, Jena Malone. Como já dito, é muito legal a interação entre as meninas, dá um charme a mais no filme, pois elas se ajudam e tal, e aquela amizade com essa química convence ainda mais.

Sucker-Punch_14Mar2011-08

Como todo bom filme de ação, tem que ter uma ótima trilha sonora, e em Sucker Punch a trilha é fenomenal, além disso, as cenas com computação gráfica, como já dito lá no começo, ficaram muito bem feitas e traz uma emoção ao espectador, ficou ótimo.

sucker_punch2

Sucker Punch é um ótimo filme em todas as categorias que ele é considerado, caso você procure um filme de ação, ou de aventura, ou de fantasia ou de suspense, aqui você encontra tudo isso com qualidade. É um filme empolgante e divertido, com um ótimo roteiro e muito bem trabalhado. Indico para todos.

Nota: 10

Sem Limites

Publicado: maio 20, 2011 em Ficção Científica, Filmes, Suspense

Sem-Limites

Título Original: Limitless

Gênero:
Ficção Científica , Suspense

Sinopse:
Na trama, Bradley interpreta Eddie, um escritor desleixado que aceita a sugestão de um amigo e toma uma pílula super-potente: após ingerir o medicamento, em poucos minutos, as atividades cerebrais da pessoa aceleram de maneira surpreendente, fazendo com que a pessoa consiga usar praticamente 100% das atividades cerebrais. Metido a esperto, Eddie usa o “fortificante” para ganhar dinheiro e fama. Entretanto, um executivo veterano (interpretado por Robert De Niro) começa a perseguir o rapaz com o intuito de saber mais sobre a pílula.

1299100694_97552_1230x718

Existem um tipo de filme que eu gosto é aqueles que o personagem fica rico, bem rico mesmo e esbanja da sua riqueza, não sei porque, eu acho muito divertido quando a história faz isso com o cara, então qualquer longa metragem que tem no seu roteiro algo assim, já me conquista de alguma forma, talvez seja por isso que eu gosto de filmes do James Bond, gosto do Chuva de Milhões, entre outros.

1299100695_97565_1280x853

Sem Limites é dirigido pelo Neil Burger, que também foi diretor de O Ilusionista e outro longa menos conhecido chamado “Gente de Sorte”, esses 2 são bem falados pelo público, mas como eu nunca assisti nenhum deles, vou pegar em base só o único que eu vi. Burger é muito bom, usa uns efeito de câmera que deixaram as cenas de correria bem tensas. Além disso ele usa um método clássico de dar um foco em algum objeto ou característica no personagem, que aquilo em breve vai causar alguma coisa na história, típico de alguns filmes de terror

1299100697_11

O Roteiro como eu já antecipei, eu gostei bastante, mas analisando bem você percebe que falta uma profundidade, só que assim, o filme tem 1h30 aproximadamente, e por tudo que acontece, esse tempo foi muito pouco para aprofundar em alguma coisa, então isso passa batido. Além disso, a idéia principal é realmente genial, o cara consegue a habilidade de usar 100% do cérebro, mas isso trás sequelas e se ele não cuida-las ele corre um risco sério de vida. Esse limite é o que deixa a história empolgante. Outro fator que eu chamo atenção o fator surpresa, você não sabe o que vai acontecer, quando você acha que vai dar merda, não dá, quando você acredita que vai dar tudo certo, não dá, o filme ser imprevisível me fez gosta ainda mais dele.

1299100698_15

Bradley Cooper é o ator principal, que ficou conhecido pelos filmes “Se Beber, Não Case” e “Esquadrão Classe A”, é designado em carregar todo o longa nas costas, sem muita ajuda de coadjuvantes, e ele dá conta com tranquilidade. Uma coisa que eu sempre reparo numa atuação de alguém que está como principal é o carisma, e o Cooper tem muito carisma, já mostrou isso em outros de seus filmes, ele tem muito potencial, eu aposto nele. O outro grande ator que faz parte como coadjuvante é o Robert De Niro, mas ele a medida do possivel atuou bem, nada que pudesse ofuscar o brilho do Bradley Cooper, também se ofuscasse, talvez atrapalharia em toda a história.

1299100698_16

Sem Limites é um ótimo filme, muito divertido, agitado e diferente de muitos outros filmes que você já viu. A idéia principal é muito boa e com uma boa equipe o longa da tudo certo. Não é filme digno de Oscar, mas é digno de você chamar todos seus amigos para assistirem junto, para você indicar para todos, dificilmente alguém não vai gostar.

Nota: 9,5/10

Quadrilogia Pânico

Publicado: abril 23, 2011 em Filmes, Mistério, Suspense, Terror

41e5af0c496950c1be0fe1c9d1537899_jpg_195x289_upscale_q90

Pânico se tornou uma das sagas mais clássicas no cinema, não só como filme de terror, mas entre todos os filmes, tanto que tem até uma série sarcástica em cima do longa, e a mascara de Ghostface diria que é a mascara mais famosa que existe. Wes Craven fez seu nome muito bem em cima da franquia, e com motivos, mesmo até com um roteiro ruim, ele conseguiu fazer um filme divertido para os fãs que gostavam do estilo dele.

sidney1-2

Pânico 1 já mostra na cena inicial como que funciona o esquema de assassinatos do seu personagem. Uma ligação, uma pergunta: “Qual seu filme de terror favorito?”, a perseguição e a facada, parece simples, mas cada personagem tem um jeito de escapar, uma reação, e assim uma morte diferente.

scream1-6

Daí que surge Sidney, uma menina que está traumatizada pela brutal morte de sua mãe, chega um dia em sua escola, cheia com o pessoal da TV, reportando sobre um assassinato de uma aluna de sua escola, e assim começa uma série que tem como principal alvo a própria Sidney. Além de Sidney, outros 2 personagens tem que ser chamado atenção pela importância que tem durante toda a série. Eles são Gale Wethears ( Courtney Cox) e Dewey Riley ( David Arquette). Gale é uma reporter que quer as melhores notícias sobre os tais assassinatos em Woodsboro e Dewey é um policial bem tonto, mas carismático, que é alvo das partes divertidas do filme.

scream1-4

O longa trata de citar outros filmes de terror anteriores para contar como é feita a idéia dos assassinos e mexer mesmo com o medo das pessoas, traz os personagens mortos como se fosse um telespectador que gosta de filmes de terror, te colocando realmente como um dos personagens.

scream1-1

A trilha sonora foi feita com maior carinho possível, deixando as cenas tensas, com uma trilha realmente tensa. Além disso, essa jogada que Wes Craven usa de fazer um filme comédia com terror é a sacada mais genial possível, pois ele te deixa você com picos de tensão, fazendo quebras com cenas de comédia. Então você nunca sabe quando você vai se assustar ou vai ser uma cena engraçada. É surpreendente.

scream1-5

Pânico 1 tem talvez o melhor final da saga por também ter os melhores assassinos e não dá para saber mesmo quem vai morrer ou não

7666c1350f3f907087c5060253e9a369_jpg_195x289_upscale_q90

1999, 3 anos depois do lançamento do 1, vem Pânico 2, com a idéia que: “Nunca a sequência é melhor que o original”, e tenta quebrar esse paradigma, em alguns conceitos consegue melhorar sim, mas em outros não.

scream-2

Pânico 2 tem como ponto forte as mortes, que são melhores e mais bem elaboradas. Começa com uma brincadeira em que as pessoas estariam assistindo a estréia de um filme que é a história baseada nos fatos do Pânico 1, de novo te jogando como se você pudesse ser um dos personagens do filme, e que alias você poderia até ser morto na sala de cinema assistindo o filme naquele instante.

Scream-2-Screencap-scream-1803921-720-308

Alguns personagens que escaparam da morte no 1º, aqui não tiveram a mesma sorte, e também trazem novos que são bem carismáticos como no primeiro, por exemplo, o câmera da Gale que vivia com medo de morrer pelo Ghostface. O final tem revelações forçadas, mas é bem tenso e agitado, podendo até fazer você preferir esse que o original.

0f49791ebc78504536ab286588eef78b_jpg_195x289_upscale_q90

Pânico 3 saiu um ano depois do seu antecessor com a idéia de mudar paradigmas que ocorrem em todas as trilogias. Nesse filme, estão produzindo um dos filmes de “Stab”, e que os atores são mortos de verdade em sequência que eles seriam mortos na história original.

courteney_cox_parker_posey_scream_3_001

Esse filme tem infelizmente o roteiro mais fraco da série disparado, que é salvo pela qualidade do trio principal e as técnicas clássicas e mesmo assim não cansativas do diretor Wes Craven. O final também é o mais perdido, com um assassino extremamente escroto e sem sentido. Talvez foram esses fatos que fizeram a série não seguir em frente como se fosse um “Jogos Mortais”, por exemplo, e ainda bem, não prostituiu a série.

bdc7a43635886b73f2d79a4f9fc87b28_jpg_195x289_upscale_q90

11 anos depois, foi o que demorou para ser lançado Pânico 4, os fãs tiveram que agüentar vários boatos nesse meio tempo, até que Wes Craven ouviu a todos e finalmente fez uma sequência, para se redimir do que ele acabou fazendo no 3.
Stab aqui se transformou num “Jogos Mortais”, fizeram a trilogia baseado em fatos reais, daí depois foram inventadas histórias insanas e horríveis para continuar uma série, foi realmente uma sátira na cara dura ao Jogos Mortais e outros filmes que chegam a ridícula marca de 7 a 8 filmes já com história sem sentido algum.

cinema-Scream-4-4

Sidney depois de muito tempo, volta a sua cidade natal, para fazer o lançamento de seu livro, e traz junto consigo uma nova série de assassinatos do Ghostface. Agora com novas tecnologias, o filme se aproveita disso fazendo brincadeiras, principalmente com “twitcam” ou “Stream” mostrando as filmagens em tempo real, falando também que o assassino agora pode ele mesmo fazer o filme.

scream-4.3

Um bom diferencial de Panico 4 são as cenas de morte, com bem mais sangue e impactos das facadas bem mais reais, trazem um grau de tensão bem mais forte. E as cenas de comédia também são bem mais divertidas, os extremos são bem mais abusados aqui, dando uma emoção muito diferente dos outros longas da saga.

B33E1869.CR2

Com um final também inesperando, Pânico 4 torna-se assim o melhor filme da Quadrilogia, e nos deixa com um gostinho de quero mais. E agora? Qual seu filme de terror favorito? O meu é Pânico 4

Notas:

Pânico: 9/10
Pânico 2: 8,5/10
Pânico 3: 6/10
Pânico 4:10/10

Inverno da Alma

Publicado: fevereiro 1, 2011 em Drama, Filmes, Mistério, Suspense

4c321b3e69672687969f89e83f1ee3ca_jpg_195x289_upscale_q90

Título Original: Winter’s Bone


Gênero:
Drama, Mistério, Suspense

Sinopse: Inverno da Alma elabora o retrato da adolescente Ree Dolly, uma jovem que vive numa região montanhosa localizada na região central dos EUA, e que, mesmo com a desaprovação das pessoas que lhe são mais próximas, atravessa a região selvagem das montanhas de Ozark, no coração dos Estados Unidos, para reencontrar o seu pai, um conceituado traficante de droga

inverno-da-alma2-600x400

Inverno da Alma é um trabalho de direção e roteiro de Debra Granik, que faz  na realidade seu 2o. trabalho. Esse é um filme independente, com um baixo orçamento, então em comparação a qualquer outro filme indicado ao Oscar, esse é muito mais simples. Mesmo não tendo muito dinheiro gasto, ele é bem feito, Debra é uma promissora diretora e faz um roteiro bom, mas nada no nivel competitivo do Oscar. Mesmo sendo bom, é um tipo de história que não me agrada.

inverno-da-alma4-600x400

O grandiosidade desse filme é por causa das atuações, Jennifer Lawrence é a protagonista e agora aparece de vez para o cinema fazendo uma das melhores atuações do ano, bem dramatica e consegue carregar a história sozinha. Junto com ela tem outra boa interpretação que é a do John Hawkes, os 2 inclusive foram indicados ao Oscar e com merecimento, mas acho dificil ganharem, a concorrencia é forte.

A trilha sonora bem country é muito boa também e integra muito com o clima do cenário, além disso a fotografia do filme é ótima, as cenas escuras tem um ar bem sombrio, é um trabalho muito bem feito.

inverno-da-alma6-600x400

Na teoria Inverno da Alma tem tudo para ser um ótimo filme, mas é um tipo de roteiro que não me agradou, além que falta ousadia, você assiste e não é aquela história que te marca, talvez daqui a 1 ano você esqueça totalmente que assistiu esse longa, Indico apenas para quem quer acompanhar o Oscar, no resto você pode pular esse filme.

inverno-da-alma3-600x400

Só quero deixar claro que eu muito falei bem desse filme e dei uma nota baixa, é porque realmente eu dei a nota do quanto eu gostei do filme, não em termos tecnicos. Se fosse por isso o filme merecia sim uma nota maior, esse blog é para você que é que nem eu, entende bem pouco de cinema e não aguenta ler uma critica muito complexa sobre os filmes.

Nota: 7/10